7 estratégias para triplicar as vendas do seu e-commerce

Atualizado: Out 11

Todo mundo quer aumentar as suas vendas no e-commerce, mas pouca gente sabe o que é preciso fazer para dobrar e até triplicar o rendimento. Por isso, hoje eu separei sete dicas incríveis para você já começar a ter resultados no seu negócio e se destacar em um ambiente tão concorrido como o digital.

Up-selling e cross-selling

Essas duas estratégias de venda são muito utilizadas no e-commerce para aumentar o faturamento já conquistado, ou seja, para fazer o seu cliente gastar mais. O up-selling consiste em oferecer para o consumidor um produto mais caro do que aquele que ele já pretende comprar. Esse modelo de vendas é frequentemente usado no segmento de tecnologia, pois é vantajoso para o vendedor oferecer um produto mais novo e com mais dispositivos tecnológicos ao cliente que já pretende levar um produto inferior. Já o cross-selling é uma estratégia que se baseia em convencer o consumidor a levar produtos complementares. Um exemplo dessa metodologia são os combos nos fast-foods.

Carrinhos abandonados

Você sabia que 75% das pessoas desistem da compra quando ela está no carrinho? Isso mesmo, você chegou tão perto de conquistar uma venda, mas ela desistiu nos últimos instantes. Esse dado pode ser bem desanimador, porém não encare esses números como uma derrota e sim como uma oportunidade de fazer novas vendas. Para reverter a situação, você deve alertar o usuário que ele deixou algo para trás e convencê-lo de que ele deve finalizar a compra. Por tanto, ofereça descontos no produto ou no frete, demonstre os benefícios do item, garanta devolução segura e até oferte diferentes formas de pagamento. Você pode usar o e-mail e o chat para desenvolver uma nova estratégia de marketing.

Remarketing

Apenas 3% dos clientes que entram no site realizam a conversão na hora. É isso mesmo que você leu, a grande maioria das pessoas não compra e, por isso, você deve se esforçar para conquistá-las. Uma metodologia para trazer o cliente de volta é o remarketing. Como o próprio nome já indica, você deve traçar novas estratégias de atuação para um consumidor que já se interessou pelo seu produto anteriormente, mas não efetivou a compra. O maior aliado do remarketing é a tecnologia. Através de pixels e cookies, você consegue apresentar novamente a oferta para o usuário enquanto ele navega por outros sites, seja de conteúdo jornalístico ou até redes sociais. Inclusive, você pode utilizar o remarketing para falar com aquelas pessoas que abandonaram os produtos no carrinho. Segundo dados do AgilOne, 58% dos clientes gostam de receber e-mail notificando sobre a liquidação de produtos que elas já visitaram e 41% dos adultos entre 25 e 34 anos afirmaram que valorizam receber e-mails de abandono de produtos no carrinho.

E-mail marketing

Até 2020, cerca de 3 bilhões de pessoas usarão e-mail, segundo o The Radicati Group. Além disso, 98,7% das pessoas que utilizam e-mail costumam acessá-lo diariamente. Por esses números, você já percebeu que o e-mail tem que estar dentro das suas estratégias de vendas. Por ser considerado um ambiente muito pessoal, a sua campanha fala diretamente com o cliente. O e-mail marketing pode ser utilizado tanto para fazer o consumidor comprar um produto que ele já tinha visitado, como adquirir novos itens e aproveitar descontos e promoções.

Campanhas personalizadas no site

Para triplicar as vendas, outra excelente estratégia é criar campanhas segmentadas no seu site. Já sabemos que é essencial conhecer o público para criar uma comunicação efetiva, mas por que não utilizar esses conhecimentos para criar campanhas direcionadas? Em e-commerces, podemos criar campanhas personalizadas que levam em conta idade, sexo, histórico de gastos e visualização de produtos, tempo da última compra e muito mais. Após traçar pontos em comum, você pode se comunicar com esses clientes e direcionar as suas ofertas para essas particularidades.

Presença nos comparadores de preço

Não basta apenas otimizar os sites para se destacar no Google e em outros buscadores. Para triplicar as vendas, é necessário primeiro de tudo ser encontrado! Por isso, esteja presente nos comparadores de preço, como o próprio Google e o Pinterest. Além de facilitar a vida do cliente e o poder de decisão, essas ferramentas aumentam bastante a exposição da sua loja virtual. Além do mais, estar cadastrado em sites de comparação passa credibilidade para o cliente que se sente mais seguro em comprar em lojas que não tem medo de esconder seus preços.

Atratividade e usabilidade

Para atrair o seu cliente, a sua loja precisa ser visualmente interessante e o seu site precisa ter usabilidade, ou seja, ser fácil de navegar. Nas estratégias anteriores falamos como é comum o cliente desistir da compra, por isso, não vamos facilitar. O consumidor tem que realizar o processo de compra sem entraves ou dúvidas. Todas as informações, como frete, preço e contato, devem estar bem à vista. Além disso, a navegação, a remoção ou adição de itens ao carrinho deve ser intuitiva. Os formulários também são um ponto importante. Eles devem estar otimizados e conter apenas os campos realmente necessários para realizar a compra. Por tanto, facilite o login utilizando o Facebook e o Gmail, por exemplo. Apresente fotos dos produtos em boa qualidade e que estejam de acordo com a identidade da loja. Forneça também filtros de pesquisa, como cores, modelos e marcas. Facilite a compra para o cliente!

Essas foram algumas dicas que eu separei para aumentar significativamente seu número de vendas! E, para ficar sempre dentro das melhores técnicas relacionadas ao marketing digital, fique atento ao meu canal no Youtube, com conteúdo novo toda semana.



Sobre o autor:

Artigo produzido em parceria com a E-commerce Rocket